sexta-feira, 12 abril, 2024
sexta-feira, 12 abril, 2024

45º ExpoAgro: Cachaça do Índio atrai visitantes na exposição e venda de artesanato e agricultura familiar

Em

O estande de exposição e venda de artesanato e agricultura familiar indígena na 45ª ExpoAgro da Fundação Estadual dos Povos Indígenas do Amazonas (Fepiam) tem atraído visitantes para conhecer a ‘Cachaça do Índio’, uma bebida alcoólica artesanal feita a partir de ingredientes regionais, como o caldo de cana, marapuama, manacam, mirantã, jambu e guaraná, produzida por indígenas da aldeia Tauamirim, no município de Tapauá (a 449 quilômetros de Manaus).

O diretor-presidente em exercício da Fepiam, Carlos Alexandre, destaca como a cachaça reflete o talento e o potencial da produção dos povos indígenas do Amazonas.

“Existe um enorme valor no conhecimento e trabalho dos nossos parentes artesãos; eles fazem produtos com muita qualidade e empenho para compartilhar com os visitantes da maior feira de agropecuária sustentável, as sabedorias de séculos de história indígena”, afirma Alexandre.

O estande disponibiliza para produtos originários de etnias indígenas do estado do Amazonas, entre eles, a Cachaça do Índio, fabricada pelo artesão e jornalista Yuri Magno, da etnia Sateré-Mawé, que é feita com produtos naturais no do Centro de Empreendedorismo Indígena Yandé Muraki, que é uma iniciativa da Fepiam.

“A cachaça do índio faz parte da medicina indígena junto a série de outros produtos que nós fabricamos como cremes, perfumes, shampoos e pomadas. Ela é feitas com o conhecimento que eu recebi na aldeia desde os meus 13 anos de idade”, pontuou Magno.

Joabe Leonam, diretor-técnico da Fepiam, destacou a importância da cachaça do índio para valorizar a cultura indígena.

“A cachaça do índio é uma bebida ancestral que faz parte da cultura e da medicina indígena há séculos. Ela é uma ótima oportunidade para os visitantes da ExpoAgro conhecerem um pouco mais sobre a nossa cultura e os nossos saberes”, afirmou Leonam.

Leonam também ressaltou o potencial da cachaça do índio para gerar renda e autonomia para os povos indígenas.

“A cachaça do índio é um produto de alta qualidade que tem potencial para ser comercializado em todo o Brasil e no exterior. Ela é uma ótima oportunidade para os povos indígenas gerarem renda e autonomia”, concluiu Leonam.

Além da cachaça do índio, o estande da Fepiam na ExpoAgro também oferece uma variedade de outros produtos indígenas, como artesanato, bijuterias, roupas, bebidas e agricultura familiar. O estande permanecerá aberto até domingo (10/12), último dia da 45ª Exposição Agropecuária do Amazonas.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.