sábado, 20 abril, 2024
sábado, 20 abril, 2024

6 dicas para economizar na viagem internacional

Em

As férias de janeiro são uma ótima oportunidade para realizar viagens mais longas e mais distantes. É o caso dos destinos internacionais, que exigem um pouco mais de tempo do turista para que ele possa conhecer e desfrutar melhor os pontos turísticos e cultura local. Quanto mais tempo longe de casa, mais custosas serão as férias e maior a necessidade de o viajante estar em segurança.

Entre as alternativas de destinos mais procurados pelos brasileiros neste período estão os Estados Unidos, com atrações para todas as idades e bolsos, incluindo os famosos parques de diversões e as lojas de departamento. Segundo um levantamento realizado pela Nomad, fintech que facilita o acesso dos brasileiros a uma vida financeira global, 42% das viagens para o país norte-americano costumam durar entre 8 e 14 dias. A Europa também é uma ótima opção para viagens mais longas e é comum que os turistas visitem mais de um destino por vez, considerando a proximidade dos países. Mais de 80% dos brasileiros costumam fazer uma viagem de mais de uma semana no continente europeu, segundo dados da fintech, o que prevê maior nível de gasto.

Os países latino-americanos também oferecem diversas opções de lazer e cultura para os turistas brasileiros, possibilitando uma viagem um pouco mais curta devido à proximidade com o Brasil. Cerca de 60% das viagens para a nossa região costumam durar até uma semana, de acordo com o levantamento da Nomad.

A busca por esses lugares têm elevado também a procura de seguro-viagem, mesmo não sendo obrigatórios em alguns pontos turísticos. De acordo com a corretora Globus Seguros, com atuação em todo território nacional, até dezembro de 2023 a projeção é de um crescimento de 126%. No terceiro trimestre deste ano, foi registrado um aumento de 87% na procura, considerado um dos melhores períodos do ano que, comparado ao ano anterior, foi de apenas 47%. Ainda segundo a empresa, atualmente, a Europa continua sendo o destino mais procurado pelos viajantes, seguido pela América Latina e Estados Unidos.

Além da preocupação com o seguro, economizar durante a viagem é algo importante para muitos viajantes. Por isso, se planejar financeiramente e utilizar algumas táticas para reduzir gastos podem fazer uma grande diferença no bolso. Confira abaixo seis dicas para economizar durante a viagem ao exterior nas férias de janeiro: 

1- Faça uma conta digital Internacional: ter uma conta internacional com um cartão que pode ser usado em praticamente qualquer moeda, é uma ótima alternativa para utilizar durante uma viagem e a Nomad oferece essa facilidade para os turistas brasileiros. A economia no momento de trocar reais por dólar, por exemplo, pode ser de até 10%, considerando que a empresa utiliza o dólar comercial para suas conversões e a taxa de IOF é menor do que a cobrada pelo cartão de crédito emitido no Brasil. Além disso, hoje, já existe a função de parcelamento de valores em dólar. A funcionalidade permite que o cliente use o cartão para fazer a compra na loja, e posteriormente parcele o valor gasto em um cartão brasileiro por meio do app da empresa. Assim, o valor gasto da loja volta a ficar disponível na conta do cliente, possibilitando que ele tenha mais dinheiro para aproveitar sua viagem. 

2 – Busque atrações acessíveis: alguns destinos possuem atrações e cartões postais únicos que precisam ser visitados. Afinal, fazem parte da experiência, mas é possível incluir no roteiro de atrações mais acessíveis e até gratuitas para conseguir aproveitar o máximo da viagem sem ultrapassar o planejamento financeiro. Por isso, antes de embarcar, pesquise alternativas de passeios e atrações onde será possível economizar e se divertir ao mesmo tempo. 

3 – Contrate um seguro-viagem: os seguros de viagem cobrem, principalmente, despesas médicas de urgência e hospitalares, além de extravio de bagagem e danos às malas. A cobertura varia de acordo com o plano contratado, mas muitos também têm a parte odontológica, despesas farmacêuticas, regresso sanitário, traslado de corpo em caso de falecimento, fiança e despesas judiciais.

4 – Utilize o transporte público: alguns destinos turísticos internacionais possuem uma excelente rede de transporte público, possibilitando a locomoção por meio de ônibus, metrô ou trem, que fazem trajetos por muitos pontos importantes das cidades. Evitando o uso frequente de táxis ou deixando de alugar um carro, os custos da viagem podem reduzir significativamente.

5 – Fique de olho nos gastos com alimentação: a gastronomia é parte importante da experiência de viajar para o exterior, mas é possível comer bem e experimentar pratos típicos sem gastar muito. Para isso, pesquise os locais com o melhor custo-benefício. Lembre-se, você não precisa fazer todas as refeições em restaurantes renomados. Caso o hotel ofereça café da manhã, aproveite para comer lá. Caso esteja em um local com cozinha equipada com fogão e geladeira, vale ir ao supermercado para comprar alimentos e preparar algumas das refeições. 

6 – Procure parcerias e cupons de desconto: outra dica é conseguir desconto por meio dos benefícios concedidos por bancos e contas digitais também, que disponibilizam descontos em aluguel de carro, seguro-viagem, reserva de hotéis e, até mesmo, restaurantes. Basta acessar o app da empresa para entender quais benefícios eles entregam aos clientes. Aliás, existem aplicativos apenas de desconto disponíveis nos EUA, onde a cultura de cupons de desconto é muito forte.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.