quarta-feira, 28 fevereiro, 2024
quarta-feira, 28 fevereiro, 2024

Alessandra Vieira e Renata Rodrigues são atrações deste sábado (2) das comemorações do Dia Nacional do Samba

Em


“Arreda homem que aí vem mulher…”  Assim diz a letra de uma das diversas músicas (pontos) cantada nas manifestações da religiosidade afro-brasileira, que simboliza o empoderamento feminino, que vem a cada dia crescendo dentro do samba amazonense.

Alessandra Vieira e Renata Rodrigues são integrantes do Samba Com as Moças, um grupo que levanta essa bandeira do samba feminino na região, e elas serão as atrações principais do Pagode do Quilombo de São Benedito, que faz neste sábado, 2 de dezembro, uma roda de samba especial em comemoração ao Dia Nacional do Samba. O evento começa às 18h e a entrada é gratuita.

A roda de samba fica por conta do Grupo Samba do Quilombo e durante a programação haverá sorteio de brindes. O Quilombo de São Benedito fica localizado na rua Japurá, nº 1527, bairro Praça 14 de Janeiro.

Alessandra Vieira e Renata Rodrigues interpretarão grandes sucessos desse gênero musical, genuinamente brasileiro, que se originou entre as comunidades afro-brasileiras urbanas do Rio de Janeiro no início do século XX, e que resiste tão fortemente, até hoje, nas rodas de samba do nosso país.

Em nosso Amazonas, influenciado pelo samba carioca, O SAMBA surgiu na década de 40, no bairro da Praça 14, nas imediações do Quilombo de São Benedito. Por isso, o bairro negro, celeiro de diversas manifestações culturais do nosso estado é conhecido como: “O BERÇO DO SAMBA AMAZONENSE”.

Origem do Dia do Samba

O Dia do Samba é comemorado no dia 2 de dezembro porque foi nesse dia que o famoso compositor Ary Barroso, um dos mais famosos compositores de samba da história, visitou pela primeira vez Salvador, na Bahia. O então vereador Luis Monteiro Costa propôs homenageá-lo, celebrando o Dia do Samba nesta data no calendário regional, que com o passar dos anos acabou se tornando uma comemoração a nível nacional.

Em 2005, o samba de roda se tornou obra-prima do patrimônio oral e imaterial da humanidade pela Unesco. Esta manifestação brasileira foi o primeiro gênero musical do país a receber este título.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.