sexta-feira, 24 maio, 2024
sexta-feira, 24 maio, 2024

Amazonas se mantém como estado mais rápido em abertura de empresas na Região Norte

Em

O Amazonas, por meio da Junta Comercial do Estado (Jucea), é o estado mais rápido da Região Norte e o segundo do Brasil para registro empresarial, no mês de julho. Ao todo, entre a análise de viabilidade e registro, o empreendedor leva o tempo médio de 7 horas e 6 minutos para abrir um novo negócio no mercado local.

As informações são do painel mensal do Mapa de Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, publicado na sexta-feira (11/08). No mês de junho, o Amazonas ocupou pela primeira vez a colocação número um no país, com o tempo médio de 7 horas e 3 minutos para abertura de um novo empreendimento.

Conforme a presidente da autarquia, Maria de Jesus Lins, é normal a mudança constante das estatísticas e, consequentemente, das posições gerais de cada estado.

“Mesmo com as oscilações nas posições estabelecidas pelo mapa, é uma grande conquista, além de um fato histórico para o Amazonas manter-se, há quatro meses, entre os cincos estados mais rápidos do Brasil e ser, desde então, o mais rápido da Região Norte. Essa conquista para o Amazonas é o resultado de todo um trabalho em equipe, desenvolvido pela Jucea com os órgãos integrados à RedeSim e com as prefeituras do interior do estado”, ressaltou a presidente da autarquia.

Primeiro lugar no Brasil

No mês de junho, o Amazonas ocupou a primeira colocação no ranking do painel mensal do Mapa de Empresas. Com o tempo médio de 7 horas e 3 minutos para constituição de uma nova empresa.

E no mês de julho, de acordo com os do Sistema de Registro Mercantil (SRM) da Jucea, a autarquia arquivou no tempo médio de 30 minutos um novo registro empresarial, o menor tempo já consolidado pela autarquia em análises de processos de abertura, onde não está incluso a análise de viabilidade.

Análise

O boletim avalia os municípios que estão integrados à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), e computando-se o tempo que os órgãos integrados analisam as solicitações de viabilidade do nome empresarial e endereço, e o processamento dos dados de registro nas Juntas Comerciais e órgãos de inscrição tributária. No caso do Amazonas, todos os 62 municípios estão integrados à Redesim.

Ainda conforme o Mapa, não é considerado o tempo que o cidadão leva para apresentar as documentações aos órgãos públicos entre as etapas do processo.

As solicitações de alvarás e licenças de empresas e as inscrições de Microempreendedor Individual (MEI) também não são computadas. Ressalte-se que são dispensadas de alvarás e licenças as empresas que exercem atividades consideradas como baixo risco.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.