sexta-feira, 12 abril, 2024
sexta-feira, 12 abril, 2024

Anete Perrone cria biblioteca em homenagem ao desembargador Flávio Pascarelli

Em

Desde criança, atraída pelas formas da natureza, Anete Perrone conta que a “beleza das árvores, com folhas de cores e formatos diferentes, as curvas dos rios, e os animais, especialmente os pássaros”, eram as principais inspirações para os seus desenhos. Segundo ela, foi a partir desse momento que a primeira semente do que viria a ser sua paixão pela arquitetura foi plantada.

Paixão esta que hoje se traduz em projetos super interessantes, como a biblioteca inspirada em um dos nomes de peso do judiciário amazonense: o desembargador Flávio Humberto Pascarelli Lopes. Foi com este conceito que a arquiteta desenhou o projeto da biblioteca que faz parte de uma grife de móveis a ser instalada em breve em Manaus. Na entrevista a seguir, Perrone fala um pouco sobre sua relação com a profissão e adianta detalhes do novo projeto.

Como começou sua relação com a arquitetura?

Aos dez anos eu fui estudar no Rio de Janeiro no colégio Santa Marcelina . Eu aproveitava o fim de semana para andar pela cidade. Foi aí que eu me apaixonei pela arquitetura. Fiquei fascinada pelos prédios de diferentes estilos, me interessava pelas histórias, e comecei a pesquisar os arquitetos e designers mais famosos. Naturalmente fui estudar arquitetura e me formei na Ulbra – Am, e fiz outros cursos  na área de Arquitetura. 

Como surgiu a ideia de homenagear o desembargador e por que você escolheu uma biblioteca? 

Recebi o convite para participar da mostra Artefacto – Manaus e fiquei muito feliz com o projeto para fazer uma biblioteca. Comecei a pensar no personagem para inspirar o projeto, e decidi que seria alguém que tivesse paixão por livros, música, enfim, busquei o estado da arte. Foi então que surgiu o nome do desembargador Flávio Pascarelli, um homem culto, com gosto pela leitura, música, e artes plásticas. 

Como você descreveria a biblioteca criada para ele? Foi um projeto desafiador?

O principal desafio foi captar a essência dele e imprimir a personalidade dele no projeto. Criei um ambiente inspirado na brasilidade com toques amazônicos, influenciado pelo estilo dele. O projeto sairá do papel no final de novembro, mas o desembargador já deu uma olhada e gostou bastante. Estamos na expectativa do que o público vai achar do resultado final.

Quais seu sonho para a arquitetura?

Urbanismo sustentável é minha paixão, e sonho com um projeto para transformar os espaços públicos de Manaus a partir das construções já existentes, principalmente as históricas, e suas respectivas manutenções, utilizando as novas tecnologias para promover qualidade de vida e equilíbrio ecológico. Assim teríamos uma Manaus muito mais acolhedora.  

 

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.