segunda-feira, 22 julho, 2024
segunda-feira, 22 julho, 2024

Bambu usado na decoração também deve passar por tratamento industrial

Em

Pergolados, painéis para piscinas, coberturas para área de lazer, móveis e mesmo paredes e telhados. O bambu tem uma série de aplicações na decoração e mesmo na construção civil, mas nem todos sabem que ele deve também passar por tratamento industrial com o objetivo de proteção contra cupins, fungos e outros agentes nocivos.

O alerta é do pesquisador químico Jackson Vidal. “Assim como a madeira, o bambu, por ser um derivado celulósico, deve ser protegido contra o ataque de insetos xilófagos (que se alimentam da madeira) e de fungos apodrecedores para que sua durabilidade possa ser elevada. Para isso, deve receber os chamados preservantes, ou preservativos de madeira, por meio de tratamento industrial”, explica o especialista da Montana Química.

Prático tanto para ambientes externos quanto internos, o bambu na decoração costuma receber muito “contato humano”. Por isso, não é qualquer preservante químico que deve ser utilizado, e consumidores devem exigir das empresas a comprovação de boas práticas adotadas nos seus tratamentos.

“Em casos de materiais nos quais há maior contato físico com humanos, como estruturas, móveis e elementos expostos, o interessado deve questionar se o bambu, no caso, é protegido industrialmente com CCB (Borato de cobre cromatado). O elemento boro, que é o que atua como inseticida, tem baixíssima toxicidade às pessoas e aos animais domésticos, por isso, além de seguro, é considerado também como um agente ambientalmente amigável”, afirma Vidal.

O pesquisador explica e deixa claro que formulações CCB não foram testadas e terminantemente não devem ser recomendadas sob qualquer hipótese para a proteção de madeiras em exposição ao fogo. Porém, apenas comenta que determinadas composições contendo boro, dentro de concentrações específicas, apresentam propriedades ignífugas e que, por vezes, este elemento participa de produtos retardantes de chamas.
Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.