quarta-feira, 28 fevereiro, 2024
quarta-feira, 28 fevereiro, 2024

Cadastro de idosos ‘Imuniza Manaus’ chega a 3,5 milhões de acessos

Em

Criada há pouco mais de um mês, com a finalidade de agilizar a operacionalização da vacinação das pessoas idosas contra a Covid-19, a partir do cadastro de agendamento com dia, hora e local, a ferramenta “Imuniza Manaus” registrava até a última quarta-feira, 18/3, quase 3,5 milhões de acessos.

Por meio do link https://imuniza.manaus.am.gov.br/ é possível, também, consultar a data, horário e local da segunda dose para quem já tomou a primeira, com a opção de ajustar esse agendamento, caso necessário. De acordo com os registros, 12 mil pessoas já fizeram esse reagendamento.

“Temos o compromisso de garantir o acesso das pessoas aos serviços de saúde e aí está incluída a vacinação. No caso da imunização contra a Covid-19, que tem se configurado como uma campanha atípica em todos os sentidos, estamos buscando alternativas que nos possibilitem dar celeridade ao processo, com a menor margem de erros possível. O prefeito David Almeida acompanha essa vacinação desde o início, sempre orientando que haja a total transparência de dados, razão pela qual buscamos os recursos tecnológicos que possibilitem esse resultado”, informa a secretária interina da Semsa, Aline Rosa Martins.

O “Imuniza Manaus” é uma das três ferramentas que vêm sendo utilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para assegurar a organização, execução e transparência de todo o processo de vacinação que, até o momento, alcançou idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde e indígenas aldeados, entre outros grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde.

A criação é do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) da Semsa e contempla três perspectivas: a do cidadão, a da transparência da vacinação, de interesse da sociedade em geral, independentemente de estar ou não em grupos, cuja imunização esteja em curso, e a da coordenação da campanha.

1 milhão de visualizações

Outra ferramenta disponibilizada pela Semsa é o “Vacinômetro”, que divulga, em tempo real, informações sobre o número de vacinados, de quais grupos e o desempenho de cada posto de vacinação, entre outros dados relacionados. É a segunda mais acessada, com quase um milhão de visualizações desde que foi lançada, no dia 22 de janeiro deste ano.

Além dessas, o DTI da Semsa também criou o Sistema Municipal de Imunização/Covid (SMV/Covid) para o registro e o acompanhamento das vacinas aplicadas na capital amazonense. O sistema foi criado para suprir a necessidade de um banco de dados sobre a vacinação contra a Covid-19 em Manaus.

“Essa ferramenta já existia e era utilizada em campanhas tradicionais, com base em metodologia antiga, que fazia a contagem por grupos vacinados. Para atender à campanha da Covid-19, tivemos que fazer adaptações e hoje o sistema faz a leitura ‘personalizada’, ou seja, pelo CPF de cada cidadão vacinado”, conta o diretor de Tecnologia da Informação da Semsa, Mário Torres.

O diretor explica que o SMV é a perspectiva do registrador, que está no posto de vacinação e, por consequência, da coordenação da campanha. É esse sistema que fornece a relação de pessoas agendadas para cada dia, em cada um dos postos de vacinação disponibilizados pela prefeitura em toda a cidade. Com isso, cada posto começa a funcionar já com uma estimativa de pessoas que serão vacinadas por dia.

Dentro do SMV também há uma funcionalidade voltada para a gestão, que oferece uma visão geral de todas as informações necessárias para a coordenação da campanha, permitindo a realização de ajustes ou mudança de estratégia.

“Outra vantagem do SMV é a identificação e correção de inconsistências, que possam ocorrer nos registros dos vacinados. O sistema fornece um relatório que informa todas as ocorrências de erros no registro, o que permite a apuração imediata para que sejam feitas as correções”, ressalta Mário.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.