sábado, 20 abril, 2024
sábado, 20 abril, 2024

Caprichoso e Garantido se apresentam na 4ª Conferência Nacional de Cultura e emocionam o público

Em

Toadas clássicas e atuais dos bois Caprichoso e Garantido em um espetáculo envolvente para instigar, ainda mais, a curiosidade do público de vários cantos do Brasil, pelo Festival Folclórico de Parintins. Esta foi a proposta do espetáculo dos bumbás, na quinta-feira (07/03), no palco diversidade do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, na 4ª Conferência Nacional de Cultura, em Brasília.

Entre as diversas manifestações artísticas, representando a cultura dos estados brasileiros, como, maracatu, carimbó, capoeira, rap e o hip-hop, a riqueza cultural do Amazonas foi evidenciada pelos bois-bumbás. O gerente de eventos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Denis Carvalho, um dos responsáveis pela direção da atração, disse que o ponto de partida foi a união entre os bois, em seguida, deixar fluir a rivalidade entre eles, para que o público escolhesse o seu boi preferido.

“Então a gente teve o momento dos dois juntos, os bois se apresentando ao som de ‘O Amor está no Ar’, depois, o boi Garantido com a sua icônica contagem e o boi Caprichoso com todo o envolvimento que tem dentro da arena”, explicou Denis que, dividiu a direção do espetáculo, com o levantador oficial de toadas do Caprichoso, Patrick Araújo, o apresentador do Garantido, Israel Paulain e o produtor musical, Pelado Junior.

O show foi encerrado, ao som de “Tic, Tic Tac”, toada de 1993, que ficou conhecida mundialmente pela voz de Zezinho Corrêa. O público participou e interagiu, mostrando identidade com a cultura popular amazonense. “Eu jurava que estava em Parintins, ou em Manaus. Eu estava em Brasília, foi um espetáculo muito importante. Trazer a apresentação dos Bois de Parintins, o nosso festival para essa conferência. Representar a nossa cultura é uma honra, muito orgulho representar o que eu mais amo, que é o nosso festival de Parintins”, afirmou Marciele Albuquerque, a cunhã-poranga do Caprichoso. Além da presença da cunhã e do levantador de toadas, o Touro Negro, ganhou vida com o tripa Alexandre Azevedo.

Para assegurar a imersão do público no festival, o show iniciou com a tradicional contagem regressiva, entoada pelo apresentador do Garantido, Israel Paulain. “Todos os estados brasileiros estavam representados com suas delegações culturais e vibraram, cantaram as nossas toadas como se tivessem dentro do Bumbódromo. Merecemos esse reconhecimento do Brasil e isso está acontecendo de forma avassaladora, resultado da perseverança, da resistência de todos nós”, se emocionou Israel. O Boi da Baixa, também levou a porta-estandarte, Lívia Christina e o tripa Batista Silva.

Em um dos momentos, um cortejo formado pelos dois bois-bumbás e itens oficiais, cortou o salão, interagindo com o público. O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, afirma que o show foi um dos eventos mais prestigiados da noite, reunindo centenas de pessoas. “Certamente isso mostra a força da cultura do Amazonas. Aproveito ainda para parabenizar toda a delegação do Estado do Amazonas que está fazendo um trabalho extraordinário de articulação na busca da aprovação de propostas importantes para o Amazonas dentro do Plano Nacional de Cultura”, concluiu o secretário.

A 4ª Conferência Nacional de Cultura se encerra nesta sexta-feira (08/03), com a votação das propostas que serão inseridas no Plano Nacional de Cultura.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.