sexta-feira, 12 abril, 2024
sexta-feira, 12 abril, 2024

Closets: 6 tendências para se inspirar e organizar as roupas

Em

Closets: 6 tendências para se inspirar. Sonhos de consumo, os closets se transformaram e foram ressignificados, ganhando status de um espaço importantíssimo dentro de casa. Afinal, o ambiente é o responsável por organizar roupas, calçados, acessórios e outros itens que carregam muitas histórias e memórias afetivas. Não à toa, eles também conquistaram grandes representações na ficção, como em Sex and the City, quando o ambiente da personagem Carrie Bradshaw (interpretada por Sarah Jessica Parker) ditou moda durante décadas e se tornou um dos protagonistas da série.

Desde cômodos adjacentes até espaços dentro do próprio dormitório, as opções de closets se multiplicaram, atendendo aos ensejos dos moradores e ao estilo de vida de cada um. Sabendo dessa importância, a arquiteta Ana Rozenblit, do escritório Spaço Interior, que virou expert no assunto, reuniu dicas e 6 principais tendências sobre o tema. “O closet reflete o universo de cada moradora, por isso deve ser levado em conta o Lifestyle para que seja executado de maneira a oferecer soluções práticas, valorizar e otimizar a organização”, reflete a profissional.

6 Tendências para o Closet dos Sonhos

  1. Portas espelhadas: com elas, a imagem do morador é refletida por todos os lados, garantindo que o look seja apreciado, inclusive, na parte de trás. Sem contar que o espelho traz a sensação de amplitude para o ambiente.
  1. Iluminação Interna: é comum que os armários deixem mais difícil a incisão de luz no ambiente. Por isso, de acordo com a arquiteta, garantir um projeto luminotécnico nos compartimentos é uma maneira de assegurar o conforto ao manusear as peças e assimilar com mais facilidade os tons e detalhes de cada item. Luminárias internas e inteligentes também são possibilidades para oferecer a claridade necessária ao cômodo.
  1. Closet com ilha: seja no centro ou num canto do ambiente, esse móvel ajuda a delimitar um lugar especial para as miudezas, como lenços, óculos, gravatas e outros acessórios que ficariam ‘perdidos’ se estivessem juntos de casacos, camisas etc.
  1. Armários translúcidos ou abertos: nesse contexto, com as portas transparentes ou simplesmente sem a existência delas, a visão das roupas não fica vedada e as peças podem brilhar no décor. Mas, nesse caso, a organização meticulosa é imprescindível!
  1. Closets com cabideiro: O artifício é ideal para pendurar roupas e casacos ou mesmo expor opções de looks para experimentar antes de se vestir
  1. Cofre ou trava de segurança: Closets são ótimos lugares para armazenar cofres, gavetas falsas, gavetas eletrônicas e afins.

Closets: 6 tendências para se inspirar e organizar roupas

Maleiros

Por ser acessado com menor frequência, o maleiro geralmente é criado na parte mais alta de armários e closets. Trata-se de uma área importante para guardar malas e bolsas, exigindo uma altura mínima de 30 cm. O compartimento também pode ser usado para acomodar caixas que não são manuseadas com frequência, além de roupas de cama ou outros acessórios dos moradores.

Sapateiras

Apesar da pandemia ter mudado os hábitos de onde alocamos os nossos sapatos, elas são importantes nos closets. Pensando na praticidade de encontrar cada modelo, as prateleiras deslizantes, com altura de 12 a 18 cm são indicadas para acomodar sandálias, tênis baixos e rasteirinhas. Já sapatos de salto alto e botas, precisam de compartilhamentos maiores, entre 18 e 24 cm de altura. “Indicamos que botas de cano alto fiquem protegidas em caixas que podem ser inseridas no maleiro, por exemplo, para maior conservação dos produtos”, sugere a arquiteta Karina Alonso, da SCA Jardim Europa.

Nichos e Prateleiras

São as melhores opções para acomodar itens como camisetas, malhas, peças de linho ou até mesmo bolsas, mochilas ou caixas de acessórios. Para isso, as medidas mínimas de espaço para que as roupas estejam organizadas são de 30 x 30 cm. Quer facilitar a organização? Separe tudo por tipo e cor: camisetas de manga longa, malhas de inverno, regatas e assim por diante.

Cabideiros

Fundamental em closets, esse item ganha ainda mais importância em closets femininos por abrigarem também os vestidos e casacos longos. Para essas vestimentas, é bacana optar por um cabideiro longo com uma altura em torno de 1,20 a 1,60 m. Para um cabideiro tradicional, usado também em closets masculinos, o ideal é guardar blazers, camisas e casacos. A altura média varia entre 90 cm e 115 cm.

Gavetas

Ideais para guardar peças íntimas, roupas de academia, pijamas ou camisetas, as gavetas são muito úteis no dia a dia. Para roupas íntimas, Karina Alonso indica uma profundidade mínima de 12 a 15 cm. Para roupas de ginástica, pijamas ou outros itens, o ideal é que a altura tenha, no mínimo, 20 cm. “Quem prefere acomodar casacos ou roupas de malha fora de nichos, os gavetões profundos, com altura de 20 a 40 cm, são os mais apropriados, principalmente, para roupas de inverno”, indica Karina. Para as joias, vale investir nas gavetas com visores, escolhas excelentes para orientar e organizar itens como bijuterias. Elas podem ser especificadas com altura de 9 a 12 cm. Closets: 6 tendências para se inspirar e organizar roupas.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.