quinta-feira, 20 junho, 2024
quinta-feira, 20 junho, 2024

Confira 8 dicas essenciais para recarregar as energias

Em

O último ano foi desafiador e diferente de tudo o que as pessoas estavam acostumadas. Com isso, muita gente se sentiu esgotada física e mentalmente por conta da ansiedade e do estresse causados por um período de incertezas.

Acontece que boa parte de 2021 deve seguir nesse mesmo ritmo e, assim, é preciso adotar medidas e hábitos que tornem o dia a dia mais saudável. Afinal de contas, sentir-se sem disposição e acordar mais cansado do que quando foi deitar passou a ser algo comum na vida de muitas pessoas, mas não pode ser encarado como normal, segundo o médico nutrólogo especialista em obesidade Dr. Nataniel Viuniski, Membro do Conselho para Assuntos de Nutrição da Herbalife Nutrition. Ainda que estejamos vivendo em um período de restrições, é importante que sejam investigadas as possíveis causas e principalmente corrigi-las, adotando um estilo de vida saudável e ativo.

De acordo com Dr. Nataniel, algumas mudanças de hábitos bem simples podem fazer grande diferença, ajudando a elevar o nível de energia. Confira:

1) Regule o sono – De acordo com a Fundação Royal Phillips, 56% dos casos de cansaço são causados por noites mal dormidas. “É muito importante definir um horário fixo para dormir considerando um mínimo de seis horas de descanso por noite. Se você demora a pegar no sono, uma dica é desligar os aparelhos eletrônicos (televisão, celular e computador) uma hora antes de se deitar. É que a luz emitida pela tela desses equipamentos prejudica a produção do hormônio melatonina, responsável pelo sono”, explica Dr. Nataniel.

2) Consuma alimentos mais leves – Pratos ricos em gorduras, por exemplo, costumam “roubar” nossa energia. “Isso acontece porque o organismo precisa dispender de muito mais energia para processá-los. Por isso, opte por carnes magras, peixe, frango, ovos ou um shake proteico corretamente preparado nas refeições, e combine com vegetais e frutas. Também prefira carboidratos de baixo índice glicêmico, como mandioca e batata-doce, que liberam energia aos poucos garantindo pique por mais tempo”, indica o médico.

3) Pratique exercícios – A atividade física faz com que o corpo libere vários hormônios e neurotransmissores relacionados ao bem-estar. Entre eles, a adrenalina, que nos impulsiona durante os exercícios e tem efeito por várias horas, e a serotonina, que oferece uma gostosa sensação de relaxamento. Uma boa opção são os aplicativos para treinar em casa.

4) Fique de olho na Vitamina D – “Ela contribui para o bom funcionamento do metabolismo, o que afeta diretamente os níveis de energia”, explica Dr. Nataniel. A Vitamina D também está associada à melhora do humor, o que explicaria porque tendemos a ficar mais cansados no inverno, época em que temos menos exposição ao sol.

5) Faça uma pausa a cada hora – De acordo com um estudo da Universidade de Illinois, pessoas que fazem pequenas pausas durante tarefas que levam mais de 50 minutos trabalham melhor. “Aproveite para se levantar e caminhar para buscar água. Mudar de ambiente ajuda a evitar a estafa mental”, diz o médico.

6) Aposte em pequenas doses de cafeína – Chás e cápsulas produzidos a partir de plantas que possuem cafeína, como o chá-mate, chá preto e o guaraná, podem contribuir para fornecer mais disposição e energia. “Também é comprovado que a substância contribui para um melhor rendimento no esporte”, comenta Nataniel. Só não vale exagerar na dose: a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é não ultrapassar os 400 mg de cafeína por dia, já que os efeitos adversos podem superar os benefícios da substância. Também evite consumir após as 16h para não atrapalhar o sono da noite.

7) Cuide da saúde do intestino – Pouca gente sabe, mas cerca de 90% do hormônio do bem-estar (serotonina) é produzido no intestino. Para isso, é importante que o órgão esteja em pleno funcionamento, o que é possível por meio de uma dieta saudável rica em fibras e vegetais, além de um consumo de água adequado.

8) Não faça dietas muito restritivas – Eliminar alimentos do cardápio pode contribuir para uma baixa na energia e impactar inclusive na sua disposição pela falta de nutrientes importantes para as funções do organismo. Portanto, evite tirar os carboidratos do prato! Nesse caso, prefira as versões integrais que oferecem energia gradativa ao longo do dia e saciam por mais tempo por conta das fibras. Também não deixe de variar os alimentos para ter diferentes fontes de vitaminas e minerais.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.