terça-feira, 28 maio, 2024
terça-feira, 28 maio, 2024

Crianças aprendem cores e formas com obras de Tarsila do Amaral

Em

As obras de Tarsila do Amaral encantam crianças e adultos pela exuberância de suas cores, traços e personalidade. Agora, pais e filhos têm a chance de explorar um novo olhar e aprender juntos com algumas de suas principais pinturas em “Tarsilinha e as Cores” e “Tarsilinha e as Formas”, da Editora Melhoramentos, pela primeira vez em uma edição com acabamento especial, incluindo papel com gramatura de 120g, lombada e orelha.

Os livros trazem páginas recheadas com obras famosas da maior artista plástica do Brasil, como Abapuru, A Cuca, Antropofagia, Caipirinha, Manacá e muitas outras. Em “Tarsilinha e as Cores”, conhecemos a beleza das cores que compõe as pinturas da artista e as comparamos com aquilo que enxergamos no nosso dia a dia. Em “Tarsilinha e as Formas”, além de ensinar as formas geométricas por meio dos elementos que compõe as pinturas, a personagem mostra como podemos usá-la para desenhar uma série de coisas, como o Sol, as casas e uma igreja.

Com ilustração de Cris Alhadeff, as duas histórias foram escritas por Patrícia Engel Secco, autora premiada pelo International Board on Books for Young People (IBBY), e Tarsilinha do Amaral, sobrinha-neta da artista e palestrante especializada em sua vida e obra.

“As pinturas da Tarsila conversam muito com o público infantil porque são alegres, coloridas e trazem bastante da infância dela. É muito legal ver as crianças mergulhando nas obras e aprendendo com elas não só na sala de aula, mas agora também com seus pais. Com esta repaginada da Editora Melhoramentos, o livro ficou ainda mais atrativo e divertido”, afirma Patrícia.

Na opinião de Tarsilinha, um dos grandes sucessos das obras de sua tia vem da conexão que ela tem com o público infantil. “Sua infância é marcante nas obras. Vemos muito do que ela viveu nas fazendas do pai, como as cores do interior, as paisagens rurais, a fauna e a flora. Na escola, as crianças aprendem sobre sua vida, que tinha 40 gatos, subia em árvore e catava maracujá. Então, achamos que seria maravilhoso trazer a própria Tarsilinha para ter esse contato com as crianças.”

A sobrinha-neta da artista conta ainda que se impressiona com o conhecimento dos pequenos sobre as pinturas. “Até os menores sabem os nomes das obras e informações que nem os pais conhecem.” A autora, que tem o mesmo nome da artista, agradece pela homenagem que seus pais fizeram. “É muito legal quando encontro as crianças e elas me confundem com a pintora. Eu acabo materializando minha tia e aproximando as crianças deste mito que foi a Tarsila. É mágico.”

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.