sábado, 20 abril, 2024
sábado, 20 abril, 2024

Cuidados com a alimentação e hidratação durante o Carnaval

Em

Com o fim do ano se aproximando, muitas pessoas já começam a pensar no Carnaval. A festa, marcada pela alegria, música e celebração, traz consigo alguns desafios para a alimentação e o bem-estar durante os dias de folia. Um dos aspectos mais notáveis é o aumento do consumo de bebidas alcoólicas e alimentos calóricos.

A nutricionista da Universidade Cruzeiro do Sul, Ana Carolina de Paula Campos, alerta sobre os cuidados necessários com o consumo excessivo de álcool. “boas estratégias: alternar o consumo de bebidas alcoólicas com outros líquidos não alcoólicos, especialmente água; diminuir o tamanho do copo ou taça onde será servida a bebida; consumir drinks com mais gelo do que o habitual, pois o gelo ocupará mais espaço no copo e diluirá a bebida à medida que derreter; quando possível, alternar ou substituir por versões sem álcool. Além disso, antes de iniciar o consumo de bebidas alcoólicas, dar preferência a outras opções como sucos naturais e água.”

Nesse sentido, a hidratação é indispensável para o ritmo acelerado do Carnaval, que contribui para um aumento na atividade física. Os foliões dançam, pulam e se divertem intensamente, resultando em uma perda considerável de água pelo corpo devido à transpiração. Portanto, é fundamental se manter hidratado, ingerindo água regularmente para compensar as perdas e garantir o bom funcionamento do organismo.

“Os principais sinais de desidratação incluem sede, que se intensifica com o tempo, desconforto no corpo associado à sensação de estranheza, perda de apetite para alguns e aumento excessivo do apetite para outros, percepção aumentada de esforço e náusea, dificuldade de concentração, falha na regulação da temperatura corporal, tontura, fraqueza, dificuldade em respirar com fluidez, espasmos musculares, delírio, ardência ao urinar e coloração amarelo escuro”, explica a nutricionista Isabella Aparecida.

Quanto à alimentação, o calor intenso pode gerar indisposição para comer: muitas pessoas enfrentam dificuldades em se alimentar adequadamente durante o Carnaval devido às condições climáticas desfavoráveis. Nesse sentido, é essencial optar por refeições leves e nutritivas, como frutas, saladas e outros alimentos que contribuam para a reposição de energia sem sobrecarregar o sistema digestivo.

“A digestão de frituras, carnes vermelhas e gordurosas são mais demoradas. Além disso, é importante evitar o consumo excessivo de ultraprocessados nos dias mais quentes, por conter uma quantidade maior de sódio na sua composição, podem causar inchaço pela retenção de líquidos nesse período. Muito cuidado com o consumo de açúcares e doces, pois são pobres em nutrientes e podem desequilibrar o metabolismo, por conta da rápida absorção e, logo após isso, a queda de energia promovem no organismo”, alerta a nutricionista Camila Farias, também da Universidade Cruzeiro do Sul.

Manter o equilíbrio entre a celebração e o cuidado com a saúde é a chave para desfrutar plenamente. Consciência na escolha dos alimentos, moderação no consumo de bebidas alcoólicas e a atenção à hidratação são aspectos fundamentais para garantir que a festa seja não apenas divertida, mas saudável e revigorante para o corpo.  

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.