sábado, 20 abril, 2024
sábado, 20 abril, 2024

Dança: Festival ‘5 Minutos em Cena’ apresenta espetáculos gratuitos em Manaus

Em

Festival apresenta espetáculos gratuitos em Manaus. O ‘Festival 5 Minutos em Cena‘ vai contar com espetáculos gratuitos de dança em Manaus, no dia 15 de setembro de 2023. As sessões serão apresentadas no Teatro Amazonas, a partir das 20h. Confira a lista dos dez espetáculos participantes.

Esta é a sexta edição do festival, que desta vez foca na dança. Dez cenas curtas vão compor as apresentações.

O festival é realizado pela companhia Panorando, que também atua como produtora.

O organizador do evento, Fábio Moura, explicou que as cenas são recortes de espetáculos de dança. “São pílulas. Quando a gente pensa em cena, a gente pensa em recortes. É um recorte de um trabalho de pesquisa cênica”, disse.

Saiba mais

De acordo com o idealizador, o ‘Festival 5 Minutos em Cena’ reunirá os estilos de dança mais difundidos em Manaus. “A gente tem danças urbanas, danças folclóricas, dança contemporânea, dança aérea. A programação consegue unificar em um só evento diferentes olhares sobre essa linguagem”, afirmou.

Fábio Moura assina a direção geral do festival. A coordenação artística é de Talita Menezes. Claysson Charles será o mestre de cerimônia do evento, que conta com produção de Ana Carol Nunes, Benner Siqueira, Reysson Brandão e Marcos Telles.

O projeto foi contemplado no Edital do Concurso-Prêmio Manaus 2022 Thiago de Mello | Artistas e Profissionais da Cultura, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e Conselho Municipal de Cultura (Concultura). A iniciativa conta com apoio da Prefeitura de Manaus e do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Entrada

Os espetáculos de dança do ‘Festival 5 Minutos em Cena’ vão ser apresentados no Teatro Amazonas no dia 15 de setembro, a partir das 20h.

A entrada no evento é gratuita, e por ordem de chegada.

Lista dos espetáculos

O ‘Festival 5 Minutos em Cena’ vai reunir dez espetáculos de dança. As apresentações foram selecionadas por meio de uma seleção que recebeu inscrições entre os dias 27 de julho e 16 de agosto.

Confira, a seguir, a lista dos espetáculos que serão apresentados nesta edição:

A Deusa Ganga: CIAAD
Sinopse: Com os leques, as bailarinas fazem uma alusão às águas de Ganga, formando um bailar de movimentos para celebrar a Deusa Ganga. Os véus, quando
colocados sobre o rosto, trazem a sedução feminina, mistérios e movimentos.
Ficha Técnica:
Coreógrafo: Remilton Souza.
Bailarinas: Yone Santos, Luana Oliveira, Thayna Uchoa, Janaina Bezerra, Erika Galdino, Taila Oliveira.

Amarelo Manga: Lucas Rocha e Vanessa Viana
Sinopse: em caminhos que desaguam em sonhos, nasce um amor ancestral. Um campo vasto e verde, no seu olhar estava aquilo que desejava. Os sussurros, os risos e os toques
minuciosos sem saber quem era de princípios. Com movimentações do contemporâneo e urbano, atravessava esses sentimentos harmoniosos e floridos em uma dança que
busca aquilo que sempre foi o deveria ser.
Ficha Técnica:
Intérpretes: Lucas Rocha e Vanessa Viana.
Iluminação: Leandro Andrade
Sonoplastia: Dênis Carvalho

Vozes do silêncio: Entrecorpus Cia de Dança
Sinopse: vozes que expressam temores e questões de existência diante da violência. O sofrimento em tom de denúncia de uma realidade que persiste na sociedade. Vozes
que urgem de som para serem identificadas, que incomodem, sejam acolhidas e provoquem mudanças.
Ficha Técnica:
Direção e Operação: André Duarte Paes.
Sonoplastia: Emilly Albuquerque.
Intérpretes: Fabrício Rafael, Yhara Gadelha Felix, Anderson Auanário, Bianca
Freitas, Bianca Marques, Lígia Santos, Wanderson Corrêa, José Werlen, Laura
Gomes, Driz Rolim, Jhonatan Steel, Alexia Oliveira.

Fases do amor: Ana Nascimento e Sérgio Reis
Sinopse: o espetáculo explora as narrativas sobre o amor romântico e seus conflitos nas camadas sociopolíticas do mundo contemporâneo.
Ficha Técnica:
Coreógrafa: Juliana Borges.
Intérpretes: Ana Nascimento e Sérgio Reis.

Move Up: Artigo 5 Cia de Dança
Sinopse: o espetáculo faz uma homenagem ao icônico grupo The Lockers, incorporando a essência e a integridade dos movimentos e artistas originários da dança Locking dos Estados Unidos, uma fusão que captura a alma original dos Lockers.
Ficha Técnica:
Coreógrafos: Fernando e Letícia Jacquiminut
Bailarinos: Dênis Carvalho; Edson Santos; Felipe Jacquiminut; Gabrielle Barros;
Larissa Rodrigues; Letícia Rodrigues.
Iluminação e sonografia: Kelvin Oliveira;
Assistente de Produção: Auria Lima

Um só lugar: Ayla Taynã
Sinopse: o espetáculo mostra como dois viram um. Dualidade criada entre tecido e artista, feito o rio
encontrando o mar, criando um lugar onde tudo pertence aos dois.
Ficha Técnica:
Coreografia: Ayla Taynã.
Iluminação: Amanda Melo
Som: Leonardo Gentil

Solstício: Jean Winder
Sinopse: a performance Solstício evoca a expressão de movimentos voluptuosos, espirais e acrobáticos, em uma corda lisa, que atingem limites de altura e destreza
física, refletindo a resplandecente rotação divina entre as subidas e descidas que unificam a luz e a escuridão.
Ficha Técnica:
Direção e Intérprete: Jean Winder

Caim e Abel: JS Dance Company
Sinopse: o espetáculo reflete sobre a dor. “Não estou tentando mais nada, eu só preciso desabafar porque guardar está me sufocando e que a gente pode não escolher por quem vai se apaixonar, por quem vamos sofrer. Mas podemos escolher a hora de parar de dar fim à dor. E é isso que importa”, destacam os idealizadores.
Ficha Técnica:
Pesquisa, Texto, Direção: Janderson Silva
Assistente de Direção: Hayssan Otaviano
Figurino e Iluminação: Janderson Silva
Intérpretes: Maik Douglas e Hayssan Otaviano
Fotografia: Jana Morais

Fria lousa: Cia Expressão e Vida
Sinopse: Do texto ‘Oração ao Cadáver desconhecido’, soa como um tiro aos ouvidos dos que com vida observam ou não aquele que se foi sem ser notado na sociedade.
Agora Jaz apenas mais um corpo que viveu, sofreu e morreu.
Ficha Técnica:
Direção: Salomão Carvalho
Coreografia: Felipe Cassiano
Bailarinos: Débora Júdice, Fabiane Lopes, Gleice Kelly, Mell Rodrigues, Frank
Bruço, Juan Eduardo, Lucas Nogueira e Wanderson Silva.

Petricor: Grupo Holograma
Sinopse: Petricor é o aroma que a chuva provoca ao cair em solo seco após um período de clima quente. Fluído que corre nas veias passo o aroma para os movimentos.
Ficha Técnica:
Coreografia e Intérpretes: Fernando Castelo, Rodrigo Martins, Geffiter Garcia.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.