sexta-feira, 12 abril, 2024
sexta-feira, 12 abril, 2024

Festival de Teatro da Amazônia vai apresentar 30 espetáculos. Confira a programação

Em

O Festival de Teatro da Amazônia (FTA) divulga a programação da 17ª edição, que estreia neste sábado (7/10), com acesso gratuito. Até 15 de outubro, 30 espetáculos vão ser apresentados em espaços como Teatro da Instalação, Teatro Amazonas, Gebes Medeiros, Buia Teatro, Largo de São Sebastião, Centro Cultural Barravento, Escola Superior de Artes e Turismo (Esat) da Universidade do Amazonas (UEA) e Casarão de Ideias.

O FTA conta ainda com cinco produções, dois espetáculos do Amazonas, dois espetáculos nacionais e um internacional. Entre as atividades estão confirmadas oficinas em espaços como Espaço Cultural Barra Vento e Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e vivências culturais no Centro Cultural Tauá, no bairro Santa Etelvina e no Espaço Cultural Uatê, no São Lázaro, além do projeto de mediação e concurso de dramaturgia. 

Vinte e cinco espetáculos estão divididos entre a Mostra Jurupari e a mostra não competitiva Ednelza Sahdo. São montagens de companhias do Amazonas, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Norte, Roraima, Ceará, Rio de Janeiro, Amapá e Distrito Federal. Cinco produções convidadas também compõem a programação.

O Teatro da Instalação será o palco da estreia do festival, no sábado (7/10), às 19h, com o espetáculo “No me toquen ese valse”, do Grupo Cultural Yuyachkani, do Peru, um dos convidados desta 17ª edição, companhia de teatro com 50 anos de atividade ininterrupta do fazer teatral na América Latina.

Mostra não competitiva 

No domingo (8/10), às 10h, tem o início da Mostra não competitiva Ednelza Sahdo com o espetáculo “Vida Seca”, da Cia Manipuladora de Formas ETC e Tal (SC); também pela Mostra Ednelza Sahdo, às 19h, vai ser apresentado “Hamlet Cancelado”, de Vinícius Piedade (SP). Ainda no domingo tem a abertura da Mostra Jurupari, às 17h, no Largo de São Sebastião, com o espetáculo “O Bode Quer”, de Evan Teixeira (CE). 

Segunda-feira (9/10), pela Mostra Jurupari tem “CaÊ”, do Karma Coletivo de Artes Cênicas (SC), às 10h, no Teatro da Instalação; e “Ainda Aqui”, da Cia Cerne (RJ), às 20h, no Gebes Medeiros. 

Dois espetáculos convidados vão ser apresentados na terça-feira (10/10): “O Barão Egoísta”, d’A Rã Qi Ri (AM), grupo de teatro do Amazonas com mais de 35 anos de atuação, às 10h, no Teatro da Instalação, e “Eu de Você”, do NIA Teatro (SP), monólogo premiado da atriz Denise Fraga, às 20h, no Teatro Amazonas. Também na terça, tem “As Cores da América Latina”, da Panorando Cia e Produtora (AM), às 17h, no Largo de São Sebastião, pela Mostra Ednelza Sahdo; e “Mulher Monstro”, da S.E.M. Cia. de Teatro (Sentimento, Estéticas e Movimento), às 22h, no Teatro da Instalação, pela na Mostra Jurupari. 

Já a programação de quarta-feira (11/10) conta com três espetáculos: “Bertoldo, Estudo 1: O Tubarão que queria ser gente”, da Buia Teatro Company (AM), às 10h, no Teatro Amazonas; “Cordel do amor sem fim”, do Grupo Criart Teatral (RR), às 18h, no Buia Teatro, ambos pela Mostra Jurupari; e a produção convidada “Glauce”, da Barata Produções (RJ), às 20h, no Teatro Amazonas. 

No feriado de quinta-feira (12/10) tem apresentação de “Mar Acá”, do Grupo Locômbia Teatro de Andanças (RR), às 10h, no Teatro Amazonas pela Mostra Ednelza Sahdo; “Violento”, de Preto Amparo, Alexandre de Sena, Grazi Medrado e Pablo Bernardo (MG), às 16h, no Teatro da Instalação, pela Mostra Jurupari. Também pela Mostra Jurupari tem “Sacarose”, de Edu Rosa (SP), às 18h, no Buia Teatro; “ITAN e TAL”, do Grupo Baquetá (PR), às 20h, no Teatro Amazonas; e “Cabaré Chinelo”, do Ateliê 23 (AM), às 22h, no Gebes Medeiros. 

Últimas apresentações

O fim de semana que encerra o 17º FTA será movimentado. Na sexta-feira (13/10), serão apresentados pela Mostra Jurupari “São Jorge e o Dragão”, da Companhia de Teatro Metamorfose (AM), às 10h, no Teatro Amazonas; “Desajustada”, da Cia Pé de Vento de Teatro (SC), às 16h, no Teatro da Instalação; e “4,5,4,3… Um passo por vez”, de Cynthia Margareth Ferreira (SP), às 22h, no Buia Teatro. Já pela Mostra Ednelza Sahdo tem “Dona Batata”, de Rosa Malagueta (AM), às 15h, no Gebes Medeiros; e “Chica Fulô de Mandacaru”, da Cia Casa de Circo (AP), às 20h, no Teatro Amazonas. 

No sábado (14/10), pela Mostra Jurupari, serão apresentados “A Maravilhosa História do Sapo Tarô Bequê”, da Associação dos Artistas Cênicos do Amazonas – Arte&Fato, às 10h; e “O Arquipélago”, da Súbita Companhia de Teatro (PR), às 20h, ambos no Teatro Amazonas. Pela Mostra Ednelza Sahdo, tem “O homem da cabeça de papelão”, da Relógio Quebrado (AM), às 18h, no Buia Teatro.

O último dia, domingo (15/10) de festival conta com as produções “A Andarilha”, da Rainhas do Radiador (SP), às 10h, no Teatro Amazonas; e “Desassossego”, do Grupo Jurubebas de Teatro (AM), às 16h, no Teatro da Instalação, ambos pela Mostra Ednelza Sahdo. 

O encerramento da 17ª edição fica por conta da Cia Vitoria Régia, grupo de teatro amazonense com mais de 40 anos de trajetória com direção do multiartista Nonato Tavares, com o espetáculo convidado “A Pequena Esperança”. A apresentação acontece às 19h do dia 15 de outubro, no Teatro Amazonas.   

O evento foi agraciado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e é apresentado pelo Nubank, com o apoio da WEG e do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. A realização é do Governo Federal por meio do Ministério da Cultura e pela Federação de Teatro do Amazonas.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.