sexta-feira, 12 abril, 2024
sexta-feira, 12 abril, 2024

Fogos de artifício e pets: Como proteger seus bichinhos durante festas de fim de ano

Em

Com a chegada das festas de fim de ano, os espetáculos com fogos de artifício estão sempre na agenda. Apesar de trazerem encanto para muitas pessoas, podem ser uma fonte significativa de estresse e ansiedade para cães e gatos, especialmente. Eles têm a audição mais sensível que a dos humanos, tornando o barulho alto e imprevisível uma experiência assustadora.

“Durante eventos que envolvem esse tipo de comemoração, muitos pets se sentem ameaçados e podem reagir com tremores, latidos excessivos, tentativas de fuga ou busca por esconderijos. Esses comportamentos resultam em danos ao próprio bichinho ou exposição a situações perigosas, como atropelamentos, caso tentem fugir do barulho”, explica Thiago Teixeira, diretor-geral do Nouvet, centro veterinário de nível hospitalar em São Paulo.

Tendo em mente os períodos de festa que envolvem fogos de artifício, é importante que os tutores adotem medidas preventivas para evitar danos. Isso inclui criar um ambiente seguro em casa, proporcionando áreas confortáveis ​​e familiares para os pets se abrigarem. O uso de música suave ou ruído branco pode ajudar a minimizar os sons externos.

Consultar um veterinário sobre opções de tratamento para a ansiedade, como medicamentos ou terapias comportamentais, é outra abordagem a se considerar. Além disso, identificar o nível de desconforto do animal e agir de acordo pode fazer a diferença. Em alguns casos, a simples presença do tutor pode ser reconfortante.

Treinamento anti-estresse para pets

Além dos fogos de artifício, os pets podem se sentir estressados em situações que fogem ao normal, como a chegada de novos membros na família, morte dos tutores, mudanças de rotina e até mesmo o tédio. Para ensiná-los a lidar com condições adversas, a Nouvet acaba de lançar um programa de treinamento.

“É uma iniciativa que busca condicionar os pets para lidar com situações estressantes, incluindo o barulho dos fogos de artifício. Nele, utilizamos técnicas de dessensibilização e reforço para ajudá-los a associarem esses ruídos a experiências positivas, diminuindo assim a ansiedade”, detalha Thiago. 

Durante o treinamento para dessensibilização ao som de fogos, os especialistas utilizam de áudios e vídeos reproduzidos em caixas de som, iniciando em um volume no qual os pets não demonstram sinais de medo e aumentando gradativamente, ao longo dos dias. “Durante o treino, são oferecidos estímulos positivos, como comida, petiscos, brinquedos e carinho, de modo a parear o som com estímulos prazerosos e, assim, diminuir a resposta de medo no momento dos fogos nas festas de final de ano. Além disso, é possível identificar durante o treino quais animais têm mais sensibilidade ao som, demandando assim um acompanhamento mais minucioso pelos tutores”, esclarece Marina Meireles, médica veterinária comportamental responsável pela Escola Nouvet.

O programa total de dessensibilização integra a programação regular da Escola Nouvet para os meses de dezembro e janeiro, e as matrículas dos pets podem ser realizadas pelo atendimento do Nouvet no WhatsApp: (11) 3195-4993. 

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.