segunda-feira, 22 julho, 2024
segunda-feira, 22 julho, 2024

Juliana Oliveira: um case de sucesso no empoderamento feminino

Em

“Lugar da mulher é onde ela quiser”, já diz o ditado. Hoje, atualizado, o aforismo entra em concordância com uma realidade em transformação, na qual as mulheres, de fato, ocupam lugares de destaque e cargos de importância na sociedade. É o caso da diretora financeira e administrativa Juliana Oliveira, que está à frente de um grupo de empresas do Distrito Industrial de Manaus.

Mesmo que seja um caso raro, o fato de Juliana Oliveira representar o empoderamento feminino em um setor na maioria das vezes dominado por homens, é algo a ser comemorado, especialmente no Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta segunda-feira (8). Ciente do papel que representa, Juliana defende a importância das mulheres ocuparem cargos de liderança como o seu.

“As mulheres costumam ser mais humanas, então esta visão reflete em um trabalho mais leve diante dos enfrentamentos diários. É comum também as mulheres serem melhores ouvintes e isso, consequentemente, melhora a comunicação no trabalho”, afirma.

Dentre as empresas comandadas por Juliana, destaca-se a Oliveira Energia, empresa Amazonense, fundada em 1972, especializada nos mercados isolados do Amazonas e Roraima, e que atende mais de 2 milhões de pessoas por meio da locação de usinas termelétricas de energia. Para ela, a responsabilidade de gerir a empresa vem em dobro.

“O maior desafio de uma mulher está em dividir o trabalho e a família, mas hoje já mostramos nossa capacidade e o mundo já percebeu o quanto podemos contribuir em todos os setores. Creio que este avanço acontecerá a cada dia mais, pois a mulher, ao enfrentar o mercado de trabalho, também está criando pessoas mais independentes e destemidas”, afirma a CEO.

Trajetória de aprendizado

Diretora financeira e administrativa em uma empresa familiar na qual os cargos são direcionados pelo chefe, no caso o próprio pai, Juliana conta que trabalha ao lado de uma senhora de 72 anos, com que aprendeu os melhores ensinamentos da vida, como coragem, honestidade e dedicação.

“Eu abandonei minha carreira jurídica para ficar na empresa. Mas nunca esqueci o meu lugar, sempre mostrei gratidão por tudo que tive e tentei fazer a minha parte, mesmo errando. Fui aprendendo mais e fazendo”, comentou a líder. Juliana ressalta, ainda, a dificuldade de se trabalhar em uma empresa familiar: “as pessoas querem as posições, mas não querem o ônus do lugar e do cargo. Mesmo com os estresses diários, nunca fiz nada com competitividade, sempre tentei mostrar que podia fazer tudo, mesmo sendo mulher”.

Sucesso na liderança

Juliana conta, também, que sempre trabalhou em cargos de coordenação e fiscalização e que por isso acabou levando para a vidade pessoal esse seu jeitinho, que ela define como “controladora”.

“Eu tenho certeza do poder do querer. Creio que independentemente do sexo, se você tem um foco e este foco almeja avanço, metade do caminho já foi dado. A outra metade é alcançada através de muito trabalho, e até com um pouco de sorte. Contudo, a continuidade deste trabalho depende da sua competência e da sua visão de ter a dimensão de quantas famílias precisam de você”, disse ela.

Por fim, para quem quiser a tomar como inspiração para uma carreira no mundo dos negócios, como uma líder de sucesso, Juliana dá a dica: “as pessoas querem de você uma resposta e esta resposta precisa ser imediata. Está no olhar delas o medo, ou seja, os líderes precisam ser firmes em transmitir esperança de dias melhores”, conclui.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.