sábado, 20 abril, 2024
sábado, 20 abril, 2024

Lesões por esforços repetitivos. Você sabe como evitar e tratar?

Em

Instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS), 28 de fevereiro é o Dia Mundial de Combate às Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT). A OMS instituiu a data com o objetivo de despertar o interesse sobre o tema, e chamar a atenção das autoridades para a relevância de adotarem cuidados e medidas preventivas contra lesões associadas à repetição de movimentos.

O último levantamento Saúde Brasil, do Ministério da Saúde (MS), atualizado em 2022, revelou que as LER/DORT são as doenças que mais afetam os trabalhadores brasileiros. Segundo Luiz Henrique Vilela, médico ortopedista da Pró-Saúde, as lesões ocorrem por qualquer atividade repetitiva de membros superiores, ombros, coluna lombar, coluna cervical e membros inferiores. 

Em muitas ocasiões, a principal forma de prevenção ocorre com a correção de posturas viciosas no exercício de determinadas atividades, melhor ergonomia no ambiente de trabalho e lazer, e o tratamento passa, sobretudo, por melhorias nessas condições e reduções de repetições extremas. De acordo com a gravidade, esse tratamento pode avançar para o uso de medicamentos e, em último caso, na solução cirúrgica.

Como evitar?

É preciso respeitar os limites do corpo, então, você pode:

· Intercalar o uso de eletrônicos com outras atividades;

· Praticar exercícios físicos com regularidade;

· Procurar ter um estilo de vida saudável.

Diagnóstico e tratamento

Luiz Henrique Vilela orienta que o diagnóstico, usualmente, é clínico. “Pode-se fazer alguns exames simples, como radiografia e ultrassom, até se chegar a fazer uma ressonância magnética, para aquelas situações em que haja suspeitas de lesões. No caso da coluna, na hipótese de algum tipo de hérnia de disco ou coisa assim”, explica.

Quanto ao tratamento, o ortopedista reforça que uma intervenção cirúrgica é a última opção. “O procedimento cirúrgico é o último da linha na cadeia de tratamento. O mais usual é feito com medicações, atividades físicas, como musculação e pilates para ter fortalecimento muscular. Eventualmente, a diminuição de algumas atividades extremas de repetição e a correção de posturas viciosas o quanto possível. O tratamento é multidisciplinar”, recomenda.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.