segunda-feira, 15 abril, 2024
segunda-feira, 15 abril, 2024

Mostra Audiovisual do projeto ‘Cine Bodó’ acontece neste sábado, no Parque das Tribos

Em

Acontece neste sábado (30), a partir das 19h, na Maloca dos Povos Indígenas, no Parque das Tribos, a Mostra Itinerante de Audiovisual do projeto Cine Bodó. A iniciativa que busca pensar o audiovisual como ferramenta de cidadania e propõe formação e produção de cinema,  nas periferias de Manaus, acontece desde 2015 e sua execução só se torna possível através de fomentos pontuais, trabalhos voluntários e o apoio das comunidades de  todas as zonas da cidade, por onde o projeto  passou.

A tradicional Mostra Itinerante é um momento muito aguardado por todos os participantes. Em 2024, as oficinas de produção audiovisual aconteceram para 24 participantes divididos em duas turmas, nos dias 26, 27 e 28 de março.

O projeto Cine Bodó está em sua 6ª edição e já alcançou mais de 300 jovens e adolescentes, esteve em pelo menos 16 comunidades, e produziu mais de 20 curtas-metragens. 

A iniciativa tem a concepção da diretora de cinema Dheik Praia e  produção da artista visual e realizadora audiovisual, Keila Sankofa,  profissionais que vieram da periferia e tiveram sua formação por meio de iniciativas sociais como esta. 

Para Dheik Praia, o Cine Bodó é um aprendizado. Uma vivência que possibilita encontrar pessoas e trocar experiências. Além disso, a diretora acredita que o projeto é uma ponte de sensibilização, ao pautar formação.

“Sabemos que a rotina da juventude tá ali, com o mundo na palma da mão, mas será que eles têm noção da dimensão e do poder de ação que a comunicação é capaz? A grande maioria tem um smartphone na mão, mas o que está sendo consumido ali, ou compartilhado? Então acredito que o Cine Bodó hoje é isso, uma oficina, que mesmo que não seja  possível aprofundar todos os conteúdos que atravessam a produção audiovisual, certamente a turma que a gente encontra não sai da vivência como chega”, pontua Dheik Praia.

Já a produtora do projeto e artista,  Keila Sankofa, destaca que existem muitas configurações em uma cidade, e por isso,  compreender sua amplitude e diversidade só é possível caminhando por ela.

“Esse projeto é amplificador de todos da equipe, que são pessoas de periferia que tiveram suas vidas modificadas pela arte, e hoje, compartilham esses conhecimentos com diversas crianças e jovens dos bairros da cidade de Manaus, isso desde 2015. Compreendemos o audiovisual como uma ferramenta de cidadania, que pode colaborar para que as pessoas possam falar e narrar suas próprias histórias em primeira pessoa”, finalizou Keila Sankofa. 

O Cine Bodó é um projeto contemplado pelo edital PROGRAMA MANAUS FAZ CULTURA 2023, da Prefeitura de Manaus, e atende ao Programa de Cultura Itinerante do município.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.