terça-feira, 28 maio, 2024
terça-feira, 28 maio, 2024

Saiba como evitar a queda de cabelos causada pela Covid-19

Em

Perda do olfato e do paladar, fadiga crônica e dificuldades cognitivas são algumas das sequelas que podem afetar as pessoas que desenvolvem a Covid-19, doença causada pela infecção do novo coronavírus. Outro problema relatado por pacientes é a queda expressiva de cabelos, que pode ocorrer semanas ou mesmo meses após a infecção.

De acordo com especialistas em tricologia (ramo da ciência que estuda os cabelos), a principal hipótese para a queda exagerada de fios em pacientes com a Covid-19 é a ocorrência de um distúrbio chamado eflúvio telógeno, que faz com que os fios em fase de crescimento passem para a fase da queda precocemente.

Outra hipótese é que o estresse causado pela doença e a ansiedade e angústia desencadeadas pela pandemia tenham um impacto negativo na saúde dos fios, acentuando a queda de cabelo.

“Além do estresse, alterações hormonais, deficiências nutricionais, problemas como hipotireoidismo e efeitos colaterais de alguns tratamentos médicos podem causar a perda de cabelo. Por isso, ao perceber qualquer tipo de alteração nos fios é preciso buscar a orientação de um especialista”, explica diz Adriano Ribeiro, farmacêutico da rede Extrafarma.

Apesar de causar perda acentuada de cabelo, o eflúvio telógeno pode ser revertido com o tratamento adequado, que pode incluir loções, xampus especiais, vitaminas e medicamentos.

Para manter o cabelo saudável, não durma com os fios molhados, penteie o cabelo com cuidado e evite o uso excessivo de secador e chapinha. Caso o cabelo esteja fragilizado, evite também tratamentos químicos, como descolorir, tingir ou alisar os fios.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.