terça-feira, 28 maio, 2024
terça-feira, 28 maio, 2024

Saúde dos pés: especialistas indicam três cuidados indispensáveis

Em

Assim como outras áreas do corpo, os pés merecem cuidados especiais, afinal, são a base para uma caminhada saudável. “Muitas pessoas não dão devida importância a saúde destes membros e nem imaginam que tal “descuido” pode ser a raiz do desencadeamento de danos físicos e emocionais, como dor nas costas, joelhos e articulações, que consequentemente geram dificuldades para exercer atividades rotineiras e vinculadas ao bem-estar” destaca Cristiane.

Pensando nisso, abaixo estão 4 atitudes primordiais que devem ser levadas em consideração na rotina daqueles que prezam por uma vida equilibrada e livre de dores e desconfortos:

Pisada correta

De acordo com a fisioterapeuta, é essencial que o primeiro cuidado com os pés venha desde a infância e está relacionado a formação adequada do arco plantar e ao desenvolvimento fisiológico. “O modo como pisamos desde crianças é determinante para nossa anatomia na fase adulta. Neste contexto, é preciso, sempre junto a um profissional, avaliar a forma dos pés e o tipo de pisada’’, explica.

Os pés têm três formatos: pé normal, quando o peso do corpo é distribuído de forma homogênea e equilibrada; pé plano, o famoso “pé chato”, que possui pouca ou quase nenhuma curvatura; e o pé cavo, que apresenta arco e curvatura acentuados.

“Após a compreensão das diferentes formas dos pés, é importante classificar os tipos de pisadas para que seja possível compreender possível sobrecargas e disfunções em nosso corpo. Existem as neutras, consideradas ideais, uma vez que se caracterizam pelo apoio completo dos pés no solo, distribuindo o peso do corpo de forma equilibrada; pronadas, o caso de pessoas pisam “para dentro”, sendo necessária a atenção redobrada para o uso de calçados que oferecem estabilidade e amortecimento; e supinadas, que retratam aquelas pessoas que pisam “para fora” e que devem prezar pelo uso de calçados reforçados e que amortecem os impactos de cada passo, uma vez que este tipo de pisada tende a ser mais rígida’’, explica.

Cada tipo de pé e pisada merece atenção especial, por isso, Cristiane recomenda uma avaliação fisioterapêutica para análise da pisada, e em casos de dor, uma consulta ao ortopedista.

Higiene e cuidados básicos

Micoses, frieiras e unhas encravadas são outros problemas comuns, mas que podem ser evitados. De acordo com a podóloga Brunna, existem cuidados com os pés que não podem ser esquecidos.

‘’Manter a higiene em dia é o primeiro passo. Sempre se certifique de lavar bem os pés, dedos e as unhas, e muito importante, lembre-se de sempre de secar bem a região, atenção especial aos vãos dos dedos. Somente assim é possível prevenir a umidade e consequentemente a proliferação de fungos e bactérias, que dão origem as temidas condições de micoses e frieiras. A segundo e não menos importante etapa, é sempre manter a podologia em dia, ou seja, unhas devidamente aparadas e livre de pelinhas indesejadas e incômodas. Somente assim é possível prevenir quadros de onicocriptose (unhas encravadas) e onicofose (excesso de pele)’’, explica.

Ainda de acordo com a profissional, é primordial que se estabeleça uma rotina de cuidados com os pés. “A higiene estar presente diariamente, já o serviço de podologia deve ser realizado, ao menos, uma vez ao mês. Em casos mais críticos, as visitas ao podólogo devem ser semanais ou quinzenais. É sempre importe marcar uma consulta inicial com o profissional para a avaliação de cada caso individualmente’’, reforça.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.