segunda-feira, 15 abril, 2024
segunda-feira, 15 abril, 2024

Temporada dos Corpos Artísticos apresenta programação especial no Teatro Amazonas em abril

Em

Abril chega trazendo uma programação especial no Teatro Amazonas com a Temporada dos Corpos Artísticos que, como o nome anuncia, traz os Corpos Artísticos do Governo do Amazonas se apresentando, ora em voo solo, ora reunidos no palco, para a execução de grandes espetáculos.

Para o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, a Temporada de Corpos Artísticos é uma oportunidade de aproximar os Corpos Artísticos do público em geral. “Os Corpos Artísticos do Governo do Amazonas são grupos artísticos de excelência cuja qualidade é reconhecida local, nacional e internacionalmente. Com esta temporada, o público tem a oportunidade de conferir espetáculos de alta qualidade com a performance destes grupos locais que já encantam o Amazonas, o Brasil e o mundo há décadas”, declara.

A programação da Temporada dos Corpos Artísticos tem início nesta quinta-feira (04/04), com a Amazonas Filarmônica apresentando o “Guia Orquestral para Jovens”, que traz em seu repertório Franz Joseph Haydn com sua “Sinfonia n.82 em dó maior, Hob.I:82 ‘O Urso’” (1786), além de Benjamin Britten, com o “Guia Orquestral para Jovens, op.34” (1946) e Maurice Ravel, com seu célebre de “Bolero” (1928). A Amazonas Filarmônica será regida pelo maestro Otávio Simões.

Foto: Divulgação / Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Na sexta-feira (05/04), é a vez da Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA) levar ao público “As Quatro Estações da OCA”, cujo repertório é composto por “As Quatro Estações Op.8 A Primavera RV.269”, de Antonio Vivaldi, mais várias versões e releituras do mesmo clássico, como “As quatro estações Portenhas”, de Astor Piazzolla; e “As quatro estações de Vivaldi recompostas por Max Richter”, de Max Richter. A regência do espetáculo é do maestro Marcelo de Jesus. E a classificação indicativa é 10 anos.

No sábado (06/04), o Balé Folclórico do Amazonas faz mais uma apresentação da coreografia “Os Catraieiros”, que homenageia uma classe de trabalhadores que já foi muito presente na vida de Manaus, mas que foi praticamente extinta com o tempo: os catraieiros. Eles faziam importantes serviços de transportes e de travessia de um lado para outro dos igarapés da cidade, com as suas catraias. Havia a necessidade da travessia pelos igarapés, pois não existiam as pontes que ligavam os bairros ao antigo Centro Histórico da capital. A classificação é livre.

Foto: Divulgação / Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Carmina Burana

Entre os dias 11 e 14 de abril, a Amazonas Filarmônica, o Coral do Amazonas e o Balé Folclórico do Amazonas se unem no palco do Teatro Amazonas para apresentar a cantata cênica “Carmina Burana”, um popular clássico de Carl Orff, composta em 1936. A regência da Filarmônica fica a cargo do maestro Marcelo de Jesus. O espetáculo tem sessões na quinta-feira (11/04), sexta-feira (12/04) e no sábado (13/04), às 20h; e no domingo (14/04), às 19h. A classificação é 10 anos.

No dia 16 de abril, às 20h, a Orquestra de Violões do Amazonas faz sua primeira apresentação do ano em grande estilo, trazendo ao palco do Teatro Amazonas a rica cultura e diversidade da região amazônica, celebrando a identidade e a tradição do Norte do Brasil, proporcionando uma experiência musical envolvente e memorável para todos, com o espetáculo “Sons do Norte”, que tem classificação livre.

A clássica “Nona Sinfonia de Beethoven” ganha destaque especial na Temporada dos Corpos Artísticos, com a Amazonas Filarmônica, Coral do Amazonas e Corpo de Dança do Amazonas reunidos no palco, com os solistas Dhijana Nobre (soprano), Thalita Azevedo (contralto), Enrique Bravo (tenor) e Emanuel Conde (baixo-barítono). A regência é do maestro Luiz Fernando Malheiro. O espetáculo terá sessões na quinta-feira (18/04), na sexta-feira (19/04), no sábado (20/04), às 20h, e no domingo (21/04), às 19h.

No dia 28 de abril, a Amazonas Filarmônica e o Coral do Amazonas apresentam o espetáculo “Abertura e Coros de Ópera” (Seleções). No repertório, prelúdio do 3º ato de “Lohengrin”, de Wagner; Coro de introdução, de “Sansão e Dalila”, de Saint-Saëns; Che interminabile andirivieni!, de “Don Pasquale”, de Donizetti; Intermezzo de “Manon Lescaut”, de Puccini; Les voici la quadrille!, de “Carmen”, de Bizet; abertura de “O Morcego”, de Strauss Jr.; Coro dos ferreiros, de “il Trovatore”, de Verdi, e a abertura de “Fosca”, de Gomes; e Hino ao Sol, de “Iris”, de Mascagni. A regência é do maestro Otávio Simões.

Foto: Divulgação / Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Todos os espetáculos estão com ingressos à venda na bilheteria do Teatro Amazonas e no site www.shopingressos.com.br

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.