terça-feira, 28 maio, 2024
terça-feira, 28 maio, 2024

Unhas frágeis: como tratar?

Em

por Patrícia Bandeira de Melo

Dentre outras coisas, nesse período de pandemia, as unhas tem sido alvo de muitas queixas. Talvez com a esmaltação bem diminuída as pessoas tenham parado para prestar mais atenção nas suas unhas e tenham percebido um grau maior de fragilidade e quebra. Além do hábito de roer as unhas , que as fragiliza bem mais, o ressecamento e as agressões de substâncias químicas dos afazeres domésticos dentre outros contribuem e muito para um aumento da fragilidade.

Mas só fatores externos agridem ou enfraquecem a lâmina ungueal? A resposta é não! Várias situações orgânicas também são responsáveis por isso, dentre estas citamos, alterações hormonais em especial as relacionadas à tireoide, bem como carências nutricionais (deficiências vitamínicas, em especial as vitaminas do complexo B e vitamina A, além de deficiência de cálcio), quadros de anemia (mais observado nas mulheres) e ainda algumas doenças dermatológicas que também afetam as unhas como psoríase, líquen plano, dentre outras.

Com relação ao tratamento é muito importante a realização de um exame Dermatológico detalhado para afastar causas orgânicas ou doenças da pele que afetam as unhas , bem como para a orientação do melhor esquema de tratamento.

Podemos no entanto, citar aqui algumas dicas simples e que podem ajudar nos cuidados diários com as unhas :

Evitar roer ou cutucar; evitar uso de acetona, preferir os removedores; usar diariamente um hidratante da unha (existem produtos específicos no mercado) ou simplesmente ao usar um hidratante na pele estender o uso sobre as unhas). Evitar traumas na matriz da unha (na base) pois a matriz é a estrutura formadora da lâmina e traumas sobre ela vão gerar um unha mais fraca (atenção na retirada de cutículas durante a manicure) e finalmente, nesse período de afastamento social aproveitar para diminuir ou evitar a esmaltação deixando a unha literalmente “respirar”.

Enfim , por se tratar de uma estrutura com um crescimento muito lento , cerca de 3mm ao mês ( para as unhas das mãos ) e 1 a 1,5 mm para as unhas dos pés , temos que ter paciência com os resultados , pois eles são lentos mas com certeza acontecem .

Patrícia Bandeira de Melo – Dermatologista CRM 2085 RQE 742
Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.