segunda-feira, 22 julho, 2024
segunda-feira, 22 julho, 2024

Baby Rizzato prepara lançamento de livro de memórias sobre seus 50 anos de carreira

Em

Considerada por muitos como a dama da televisão amazonense, Baby Rizzato, que neste ano fez seu retorno triunfal às telinhas com o programa ‘Nosso Encontro Entrevistas’, agora se prepara para lançar o seu livro de memórias na profissão: ‘Luzes, câmera, no ar’. O lançamento, vale ressaltar, ocorre no dia 12 de novembro, data de seu aniversário.

Na entrevista a seguir, Baby, que foi a primeira pessoa a ter um programa na TV local e que  nesses 50 anos de carreira já conquistou fãs e admiradores de várias gerações, conta como foi o processo da escrita, o que os leitores podem esperar da obra e quais os planos (ou a falta deles) para o futuro breve. Confira:

Depois de já ter a sua história contada pela jornalista Leyla Leong, como foi escrever as suas próprias memórias da profissão?

Não foi muito difícil. Eu gosto de escrever, bastou um empurrãozinho da minha filha. Foi ela quem deu a ideia de eu contar a minha história na televisão, que, de certa forma, se mistura com a história da própria televisão amazonense. Para quem não lembra, eu fui a primeira pessoa a ter um programa na TV local. Fiquei em dúvida durante um tempo sobre a ideia, mas como eu gosto de escrever, acabei aceitando e aproveitei todas as horinhas vagas para ir relembrando e contando. 

Não é tão fácil assim escrever um livro. Uma crônica, uma matéria, é facinho. Mas um livro não. Tive que estudar com o Gaitano Antonaccio, autor de mais de cem livros publicados. Ele foi me orientando na execução dos capítulos. Quando peguei o ritmo, me danei feito uma maluca a escrever. Escrevia a toda hora. Busquei até apoio nas fotografias da época. Via as fotografias e ia anotando as coisas que ia pensando. Quando vi já estava com muitos capítulos prontos. 

No final, eu adorei ter feito isso. Em alguns momentos gargalhei, outros chorei, senti saudades. Foi uma experiência excelente, fiz um resgate da minha história para mim mesma, não apenas para o público. 

O que os seus fãs, seguidores e admiradores podem esperar deste novo livro? Quando será o lançamento?

O lançamento ocorre agora, dia 12 de novembro, data do meu aniversário. Então, esse dia não terá aniversário, mas sim um nascimento do ‘Luzes, câmera, no ar’. Os leitores poderão conhecer um pouco mais da minha história. Muitos, por exemplo, sequer sabem que eu já fui manequim. Achavam que eu tinha pisado na passarela pela primeira vez agora, recentemente, quando fui convidada para o desfile do Shopping Ponta Negra. Mas minha juventude toda foi em cima de uma passarela desfilando. 

Então, eles vão conhecer um pouco da Baby, intimidades, meus medos. Quem acha que eu sou uma guerreira, não sou nada. Sou uma mulher comum, uma mulher cheia de medos, mas que em nenhum momento deixa transparecer-los nas minhas atitudes e posicionamentos.  

Dentre os vários fatos importantes de sua carreira, qual momento mais te marcou e por quê?

A minha carreira foi sempre marcada por momentos especiais, até mesmo numa entrevista corriqueira tem sempre algo que eu aprendo com meus entrevistados. Na verdade, eu aprendo todos os dias, com todas as pessoas. Mas minhas entrevistas servem como aulas para mim. 

Tive entrevistas lindas na minha vida, como a com o Thiago de Mello, que eu nunca vou esquecer. Outra que marcou foi com o Gilberto Mestrinho, foi linda. Contudo, sou muito relapsa no que diz respeito a guardar as coisas. Por exemplo, nunca sei dizer quantos programas eu fiz na vida toda. Nunca fiz uma foto perfeita de quando entrevistei o Vinícius de Moraes, era algo que eu devia ter feito. 

Não sou muito de ‘bausagem’, meu baú é meio vazio. Mas tudo o que eu fiz valeu a pena. Todas as entrevistas, os contatos com as pessoas que conheci ao longo da carreira, valeram a pena. As que não valeram, eu nem lembro. 

Neste ano você não só está lançando um livro novo, como também voltou à televisão em um novo formato. Ou seja, você não para. Quais os próximos projetos que você preparou?

Eu não tenho novos projetos, as coisas na minha vida acontecem de forma natural. Primeiro, recebo os sinais do céu e as coisas acontecem naturalmente. Eu sou privilegiada, uma filha de Deus. Não faço planos, acredito piamente que as coisas acontecem no momento e à vontade de Deus, ou seja, quando ele quiser. Então, eu digo sempre: a gente planeja e Deus ri. 

Com o livro foi a mesma coisa, não houve projeto. Não pensei “ah vou escrever um livro”. Não, eu apenas fui escrevendo e ele surgiu. Assim sigo vivendo e agradecendo as coisas boas e não tão boas que acontecem comigo. 

Por fim, sendo a verdadeira dama da televisão amazonense, que mensagem você passa para as profissionais da área que estão começando?

Agradeço pelo título, mas sou apenas uma maluca que insiste em fazer uma coisa que gosta. Só isso. Contudo, o conselho que eu dou, não apenas para as pessoas que querem trabalhar na TV, mas na comunicação de forma geral, é que elas se escorem na verdade absoluta. Porque a verdade delas não é a verdade absoluta. Que elas falem de suas verdades, mas que façam as ressalvas. Devemos nos aproximar o máximo que pudermos dessa verdade absoluta na hora em que falamos e em que escrevemos.

Outra dica é que não entrem na comunicação com o intuito de ganhar dinheiro e faturar baldes de grana. A comunicação é para pobres, não de espírito, mas pobres dessa coisa chata que é a grana, e sem a qual ninguém vive. Não pense em fazer comunicação com o objetivo de alcançar a independência econômica a menos que você seja o dono da empresa. 

Por fim, não deixe que a vaidade tome conta de você. Quem vai para a comunicação e fala a verdade de forma livre, sem ter a pena alugada por alguém ou por algum poder, deve se orgulhar de si. Mas há de ser um orgulho sadio, de dignidade e honestidade. Isso é importante: não se ligar a governo e a políticos. Você deve fazer sua imprensa de forma independente. 

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.