terça-feira, 28 maio, 2024
terça-feira, 28 maio, 2024

É da nossa terra: sorvete italiano com sabor amazônico

Em

Sorvete italiano com sabor amazônico. Na transcorrida semana, projeções emitidas por especialistas sinalizaram a possibilidade de o calor intenso gerar uma sensação térmica de 49°C em Manaus. Em face das condições climáticas singulares da região Amazônica, escassas sobremesas são reverenciadas e demandadas de forma tão acentuada quanto o sorvete revigorante.

Entretanto, o âmbito que abraça os gelados transcende o familiar “recipiente de baunilha”. Os gelatos, iguarias advindas de uma tradição culinária originária da Itália, têm conquistado paladares ao redor do mundo e são intensamente desfrutados e consumidos na metrópole amazonense.

Metodologia Artesanal

Veve Holanda, empreendedora e fundadora da gelateria Santo Gelato em Manaus, enfatiza que, em comparação com os sorvetes industrializados, a preparação do gelato se pauta na reduzida adição de componentes prejudiciais à saúde. “O gelato se ampara em uma abordagem artesanal para a elaboração do sorvete. Com vistas a conferir-lhe autenticidade à moda italiana, conservantes e aromatizantes artificiais são proscritos”, declara.

Comparativamente aos sorvetes industrializados convencionais, a confeção do gelato também se caracteriza por uma menor incorporação de gordura e uma presença reduzida ou inexistente de “inclusão de ar”, conferindo-lhe igualmente uma textura que privilegia a cremosidade e a suavidade.

“Ao longo de oito anos de atuação neste setor, constatamos que, inicialmente, o público revelava uma dificuldade em discernir entre o gelato e o sorvete industrial. No entanto, ao longo do tempo, as pessoas passaram a discernir as nuances quanto ao sabor, à textura e, sobretudo, à ênfase na busca pela saúde”, complementa Veve Holanda.

Vínculo com a Natureza Amazônica

Os sabores que permeiam os gelatos não se circunscrevem aos convencionais, como o chocolate ou o morango. Buscando uma conexão intrínseca com a riqueza da natureza amazônica, Veve e sua equipe incorporaram sabores de cunho regional. “O atributo que mais nos comove em relação ao povo amazonense é a sua valorização dos víveres autóctones, notadamente das frutas.”

Um exemplo dessa simbiose é o gelato de tucumã. “O tucumã figura entre as frutas mais emblemáticas da região. Nossa pesquisa explorou como poderíamos transformá-la em uma sobremesa, primeiro na forma de suco e, posteriormente, no gelato. Inclusive paladares estrangeiros já endossaram a sua qualidade!”, conclui.

Saiba mais

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.