segunda-feira, 27 maio, 2024
segunda-feira, 27 maio, 2024

No Amazonas, Lacen tem capacidade de processamento de 2 mil testes de RT-PCR por dia

Em

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), tem capacidade para processar 2 mil amostras de exames de RT-PCR por dia. O exame, classificado como padrão ouro para detectar novas infecções pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), tem o resultado on-line para o paciente em até 48 horas.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) aumentou a oferta da testagem do RT-PCR e também do teste rápido de antígeno, tanto nas unidades de urgência e emergência, que são as portas de entrada do sistema de saúde, quanto na rede ambulatorial para rastreio da Covid-19.

O fortalecimento da vigilância em saúde é uma das principais estratégias da SES-AM, estabelecidas no plano de contingência para o enfrentamento da Covid-19 no Estado. A ampliação da testagem visa identificar precocemente infecções ativas, e iniciar as medidas para interromper e conter a disseminação do vírus.

“Houve um aumento da capacidade de processamento de exames RT-PCR, no Lacen, a partir do recebimento, da parte do Ministério da Saúde, de equipamentos de extração do RNA viral do novo coronavírus e, também, da plataforma de alta testagem e precisão Janus G3 workstation”, explicou a gerente de virologia do Lacen, Auxiliadora Novaes.

De acordo com a gerente, a plataforma possibilitou a automatização e o processamento das amostras coletadas nas unidades de saúde do Estado. Permitiu a redução do tempo de realização do RT-PCR, aumento da capacidade de processamento do teste no Lacen e a liberação do resultado em até 48 horas.

O resultado do teste de RT-PCR estará disponível para a população no site da FVS-AM, http://www.fvs.am.gov.br/, no link ‘Resultados Lacen/FVS’, mediante consulta pelo CPF.

Preparação

Desde o início de março, equipes do Lacen vêm capacitando profissionais nas unidades de saúde da rede estadual para a coleta e melhor encaminhamento dos exames.

O trabalho iniciou nas maternidades e nos Serviços e Unidades de Pronto Atendimento (SPAs e UPAs), nos hospitais das Fundações de Saúde, Hospitais e Prontos-Socorros adultos e infantis e alcançou, nesta semana, os serviços ambulatoriais das Policlínicas, dos Centros de Atenção Integral à Criança (Caic) e Centros de Atenção Integral ao Idoso (Caimis).

Nas Policlínicas e Caimis, a testagem será realizada em pacientes que estarão aguardando para realização de consultas e exames, durante a triagem que forem identificados com sintomas gripais.

“Esse aumento da capacidade de testagem significa o fortalecimento da estratégia de detecção do novo coronavírus pelo Lacen e, consequentemente, o fortalecimento da estratégia ativa de enfrentamento à pandemia, já que a confirmação de um caso de Covid-19 é importante para que o paciente seja isolado e busque tratamento imediato na assistência à saúde, para a identificação da doença”, finalizou a gerente.

Diagnóstico imediato

O Governo do Amazonas trabalha para ampliar a testagem no Amazonas com a aquisição de testes para detecção da Covid-19. A iniciativa de identificação precoce infectados pelo vírus tem apoio da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), que doou 122 mil testes rápidos de antígeno ao Amazonas.

Distinção

A técnica de coleta dos testes rápido de antígeno e do RT-PCR é a mesma: por swab nasal (cotonete). O RT-PCR detecta o RNA do vírus, permitindo o mapeamento genômico e a vigilância, enquanto o antígeno identifica a proteína do Sars-CoV-2 em menor tempo.

A coleta do RT-PCR deve ser feita entre o 1º e o 10º dia dos sintomas de Covid-19; e o antígeno obedece no período de sete dias, desde o início dos sinais de suspeita.

Balanço

Desde o início da pandemia, em março de 2020, 132.516 testes de RT-PCR foram processados no Lacen. Desses, 45.964 amostras apresentaram resultado detectável e as demais amostras, 86.552, não detectáveis para o Sars-CoV-2. Entre janeiro e março deste ano, 61.069 amostras foram analisadas no laboratório público de referência para detecção do novo coronavírus no Amazonas.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.