terça-feira, 20 fevereiro, 2024
terça-feira, 20 fevereiro, 2024

Prefeitura entrega novas permissões de uso a 300 camelôs que trabalham do Centro de Manaus

Em

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), entregou, na noite desta quinta-feira, 7/12, as novas permissões de uso a 300 camelôs que trabalham no centro da cidade. A ação visa cada vez mais o ordenamento da área central, facilitando o trânsito de pedestres e contribuindo com o comércio em geral.

Os vendedores contemplados estavam sem cadastro desde 2005, e muitos deles estavam atuando de forma irregular. De acordo com o titular da Semacc, Wanderson Costa, alguns pontos foram herdados de pais falecidos, entre outros familiares, e assim, se fez necessária a regularização e atualização da documentação dos trabalhadores informais.

“Estamos aqui nessa ação linda, e aproveitamos para fazer uma grande festa. Não é apenas a entrega dos crachás e do uniforme padronizado, é a humanização e o reconhecimento pelo trabalho. Com a determinação do prefeito David Almeida, estamos nas feiras, estamos em obras, e jamais deixaríamos os camelôs fora dessa gestão humana e empenhada. Nosso intuito é reordenar esse Centro Histórico, e fazer uma Manaus bonita e oportunizada para todas as classes”, disse Costa.

Em alusão ao Dia do Camelô, comemorado no dia 3 de dezembro, o Sindicato dos Profissionais Informais, com o apoio da Prefeitura de Manaus, promoveu um evento com atrações locais, sorteios e muita diversão.

Para o camelô Luiz Silva, que trabalha na rua Quintino Bocaiúva, o reconhecimento traz dignidade para a categoria.

“Tenho um relacionamento de trabalho muito bom com meu sindicato, e a agora nós estamos sendo ouvidos e vistos pela Prefeitura de Manaus. Essa fase é nova e nos dá ânimo para trabalhamos. Sabemos do nosso dever, mas sabemos que temos direitos. O prefeito e o secretário Wanderson estão sendo honrosos com a gente. Obrigado a todos. A festa está linda”, comentou.

A Semacc tomou um conjunto de medidas para cadastrar cerca de 800 camelôs regularizando os documentos necessários para que possam trabalhar de forma justa e humanizada, além de dar a oportunidade de torná-los futuramente microempreendedores. 

Nesse primeiro momento, a permissão de uso se dá a 300 trabalhadores do Centro de Manaus, mas a medida irá beneficiar todas as áreas da cidade, até o primeiro semestre de 2024.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.