terça-feira, 20 fevereiro, 2024
terça-feira, 20 fevereiro, 2024

Carnaval na Floresta 2024: Detran Amazonas intensifica a Operação Lei Seca

Em

Com o aumento dos blocos e das bandas de Carnaval em Manaus, e visando à segurança dos foliões, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) intensificou as fiscalizações na cidade, com foco na Operação “Lei Seca”.

Entre sexta-feira e a madrugada de domingo (09 a 11/02), cerca de 734 condutores foram abordados, destes, 201 foram autuados sendo 84 por alcoolemia e 29 por recusa.

Segundo o coordenador-geral de Fiscalização da instituição, Arthur Cruz, a finalidade principal das operações é garantir a segurança viária e reduzir os índices de acidentes de trânsito relacionados ao consumo de álcool.

“O Detran Amazonas estará presente nas ruas até o final de fevereiro, enquanto houver bandas de Carnaval, com a finalidade de trazer segurança à população amazonense, ao coibir a mistura entre álcool e direção”, alertou Arthur.[

Fotos: Isaque Ramos/ Detran-AM

Um dos abordados durante a fiscalização foi o autônomo Yago Castro, de 21 anos, que não teve problemas, pois estava de acordo com as leis de trânsito, ele enfatizou a importância da ação como uma alerta para à população.

“Muitas pessoas ainda insistem em dirigir alcoolizado e colocam a vida de outras pessoas em risco. Parabéns ao Detran Amazonas pela iniciativa e por salvar vidas”, disse Yago.

Balanço

Na virada da sexta-feira para o sábado (09 a 10/02), a fiscalização aconteceu no bairro Parque das Laranjeiras, zona centro-sul da capital, e na Avenida Governador José Lindoso, situada na zona norte. Cerca de 307 motoristas foram abordados, desse quantitativo 61 autuações foram realizadas, sendo 12 por alcoolemia, nove por recusa e oito veículos foram removidos, sendo sete carros e uma moto.

Já na noite de sábado para domingo (10 a 11/02), a operação deu continuidade nos perímetros onde estavam acontecendo as bandas carnavalescas. Nessa segunda noite, cerca de 427 condutores foram abordados, sete carros e oito motos foram removidos. No teste do bafômetro, 72 pessoas testaram positivo para alcoolemia e 20 pessoas se recusaram a fazer o teste.

Fotos: Isaque Ramos/ Detran-AM

Penalidades

As penalidades para quem for flagrado dirigindo sob efeito de álcool ou se recusar a realizar o teste do bafômetro são rigorosas, incluindo multa no valor de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.