sexta-feira, 12 abril, 2024
sexta-feira, 12 abril, 2024

Comissão de Esporte debate políticas para combater racismo no futebol

Em

A Comissão de Esporte (CEsp) faz na quarta-feira (13), às 10h30, uma audiência pública interativa para debater as políticas necessárias à prevenção e à repressão ao racismo no futebol.

O debate é promovido por iniciativa do senador Jorge Kajuru (PSB-GO), vice-presidente da comissão. Na avaliação do parlamentar, “os deploráveis ataques racistas contra o jogador brasileiro Vinícius Junior, na Espanha, enquanto atuava em campo pelo Real Madrid, demonstram que o racismo exige soluções efetivas, pois se trata de um mal disseminado mundo afora”. 

Kajuru ressalta ainda que, no Brasil, “não há como negar a existência de leis sobre o assunto, e que o combate ao racismo talvez deva se ater ao cumprimento dos dispositivos legais já existentes, com a devida responsabilização dos culpados, ou seja, cumprir a efetividade das leis”.

Para ele, não restam dúvidas de que é necessário punir os atos racistas dentro e fora dos estádios. “O que percebemos neste momento, contudo, é justamente a falta de punição, bem como a falta de responsabilização dos envolvidos, dos clubes e das federações”, ressalta o parlamentar no requerimento de realização da audiência pública (REQ 3/2023 – CEsp), que também é assinado pelo presidente do colegiado, senador Romário (PL-RJ). Kajuru afirma ainda que os atletas negros sofrem danos psicológicos que afetam diariamente o rendimento esportivo. Para que isso seja resolvido, sustenta, é preciso que o combate ao racismo se torne um problema coletivo, que envolva os clubes, os torcedores e os patrocinadores.

Para o debate, foram convidados o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ednaldo Rodrigues Gomes; o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, José Perdiz de Jesus; o diretor-executivo do Observatório da Discriminação Racial no Futebol, Marcelo Medeiros Carvalho; o técnico de futebol Roger Machado Marques; o jornalista Paulo Cesar Vasconcellos; o professor Bruno Otávio de Lacerda Abrahão, da Universidade Federal da Bahia; e representantes dos Ministérios do Esporte e da Igualdade Racial. A comissão ainda aguarda a confirmação de todos os convidados.

A audiência pública será na sala 13 da Ala Alexandre Costa.

Como participar O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

Fonte: Agência Senado

Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.