terça-feira, 28 maio, 2024
terça-feira, 28 maio, 2024

COVID-19 e as crianças: como protegê-las?

Em

por Anne Camelo

Ao contrário das infecções provocadas pelo Coronavírus nos adultos, crianças raramente evoluem para a forma grave, os sintomas mais comuns são: tosse, dor de garganta e febre, podendo apresentar diarreia, congestão e coriza nasal.

Apesar da maioria ser assintomática, elas se tornam meio de propagação do vírus para seus pais e parentes próximos.

As medidas de prevenção mais eficazes são lavagem das mãos, uso de álcool em gel, máscara facial e o distanciamento social. No entanto, vários são os questionamentos em relação ao uso da máscara. Quem deve usar? Como usar? Qual a eficácia da máscara de tecido e por quanto usá-la?

Conforme recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e da Academia Americana de Pediatria (AAP), a máscara NÃO deve ser utilizada em crianças menores de 2 anos de idade, porque a salivação intensa, as vias aéreas de pequeno calibre e a imaturidade motora elevam o risco de sufocação. Entre 2 e 5 anos, deve ser usada sob supervisão constante.

Os pais devem ensinar as crianças à manuseá-la de forma lúdica, explicando de acordo com a capacidade de entendimento da faixa etária, que ele terá que usar o “paninho” sobre a boca e o nariz enquanto estiverem fora de casa. A máscara de tecido é alternativa eficaz, sendo uma recomendação da Organização Mundial da Saúde a confecção caseira com tecido de dupla camada, não irritante, recobrindo a boca e nariz, devendo ser trocada sempre que úmida ou a cada 2 horas.

Urologista pediátrica Dra. Anne Camelo
Compartilhar
Tags

Mais lidas

Recentes

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.